Ir para o conteúdo
Início do conteúdo

{:follows=>"Seguir"}

Solicitação 5139314

Descrição da solicitação

Boa noite, 

me chamo Cyntchia Gomes Rocha, moro no Juazeiro do Norte -CE e tenho 23 anos.

Recentemente me inscrevi no SISU para concorrer a uma vaga de medicina na UFCA campus de Barbalha-CE, 

sou surda do ouvido esquerdo desde criança, não tenho uma causa especifica que possa ter provocado isso pois nasci prematura e não me recordo com qual idade tive paralisia infantil (guardo uma foto com meu sorriso completamente torto na época do tratamento), então concorri a vaga destinada para pessoas com deficiência, (sei que a lei 5296/43 restringe a deficiência somente as que a possui de forma bilateral, equivocada exclui muitas pessoas com limitações decorrentes da perda unilateral), e fui convocada para solicitação de matricula, fiz tudo como discriminado, exame recente, laudo com o especialista na área em que sou afetada, xero de documentações e etc, mas ao sair o resultado parcial da universidade eu á estava como candidata indeferida na perícia medica presencial (não fui submetida a nenhum exame desqualificativo, me jugando uma pessoa saudável), apresentei o exame e o laudo só isso foi o suficiente  para minha exclusão!

É injusto ter limitações corriqueiras, e ser obrigado a concorrer em pé de igualdade como os demais candidatos plenamente saudáveis, e sem nenhuma limitação. 

Não falo só por minha situação, mas quantas pessoas são excluídas de concursos quando concorrem em cotas de deficientes e os mesmos ao concorrer na condição de ampla concorrência, são excluídos em pericias medicas por terem essa deficiência, e então, em qual lado fica os surdos unilaterais? DEFICIENTES ou SAUDÁVEIS?

Em qual modalidade devemos concorrer, AMPLA ou COTAS? Somos excluídos, tanto no âmbito profissional quanto no educacional, quando nos é negado uma vaga de emprego ou no curso de graduação tão almejado.

Dia 12/03/2019 irá acontecer mais uma pericia presencial e Eu estarei lá, lutando por um direito que tenho, não é porque uma lei equivocada restringe nossos diretos que vai me fazer desistir de lutar por ele! Espero que logo o projeto de lei seja aprovado e entre em vigor, ou que o estado faça seu papel protegendo nossos direito e crie nossa lei como o exemplo em São Paulo! 

Quero ajuda e não sei como ou a quem recorrer, peço a você que esta lendo essa solicitação possa fazer algo pra mudar essa triste realidade que nos exclui direitos importantes para o nosso desenvolvimento pessoal, educacional e profissional!

Att: Cyntchia G. Rocha

                                     Juazeiro do Norte - CE, 09/03/2019  - 21:45

Em atendimento - setorial

Anexos

Nenhum arquivo

Resposta(s)

Nenhuma resposta até o momento

Comentários do cidadão

Nenhum comentário

Histórico de atendimento

Solicitação de informação confirmada

Em 09/03/2019 às 21:49

NELSO JOSÉ FIGUEIREDO DA COSTA compartilhou a solicitação de informação com o comitê setorial SECITECE

Em 11/03/2019 às 08:12

Solicitação encaminhada para análise e providências.

José Flávio Guedes envolveu área interna [SECITECE] CESUP - COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

Em 11/03/2019 às 09:03

E-mails: candido.bezerra@sct.ce.gov.br

Comentários

Você precisa acessar seu perfil para fazer comentários
Carregando...
Voltar para o início do conteúdo Voltar para o menu inicial